fbpx

Como usar um Planner

Como usar um Planner

Rotinas estratégicas para o negócio parte 02

 

Você é daquela época que todo final de ano aguardava receber uma agenda do ano seguinte daquele parceiro ou como presente da empresa que trabalha?

Mesmo com a tecnologia trazendo diversas possibilidades em aplicativos que resolvem a função de qualquer agenda física, muitas pessoas ainda preferem manter na ponta da caneta tudo anotado na boa e velha agenda!

Indiferente de qual seja seu perfil, digital ou papel, a pergunta que queremos responder aqui é: COMO MELHORAR O PLANEJAMENTO?

Para os amantes do papel, já há alguns anos a famosa agenda tem dado lugar a um item de papelaria bem mais completo, que ajuda na organização de várias áreas, o Planner. Já os antenados pela tecnologia podem conhecer e utilizar os famosos nos segmentos Google Agenda, Planner Pro, Todoist e Any.do.

 

Mas para que serve essa ferramenta?

O Planner nada mais é do que um método de planejamento, como uma agenda incrementada de organização que te dá a possibilidade de juntar todos os elementos, tanto pessoal quanto profissional de demandas em um só lugar, seja ele diário, semanal, mensal, etc.

Para muitas pessoas a maior dificuldade de manter uma rotina de planejamento está em não conseguir dar conta de todas as tarefas e compromissos, sejam elas das mais simples ou importantes. E é aí que entra o Planner!

A melhor parte dele, para mim, é a possibilidade de personalizá-lo conforme minha necessidade, além de usá-lo de forma profissional eu posso colocar lá minhas listas de séries, filmes e livros do ano; meu orçamento mensal; minhas tarefas diárias; meus planos de viagens e minhas metas para o ano.

 

Como definir o seu Planner ideal

A regra é clara, não adianta utilizar um Planner de um amigo ou aquele que está bombando nas redes, pois é quase certo que ele não dura um mês com a sua rotina. Quer saber porque? É simples, cada pessoa tem suas demandas, rotinas e senso de importância, e você jamais vai conseguir fazer funcionar de forma eficiente essa nova ferramenta no qual não está habituado, ou que não seja natural na sua implementação. Imagine como uma dieta, se você não sabe cozinhar e decidisse colocar na sua primeira semana diversas refeições elaboradas, ou você perderia horas na cozinha e ficaria frustrado pelo tempo que levou, ou ainda desistiria e pediria um lanche. A mesma coisa ocorre quando se quer implementar rotinas novas em sua vida, você precisa fazer da sua forma e não se adaptar a ela.

Uma forma muito eficaz de facilitar a organização inicial é colocar tudo no papel e usar o recurso visual para se orientar e entender em primeira mão como compreender qual melhor método de formatar seu Planner.

Como o Planner é uma espécie de agenda, porém com mais divisões e recursos que podem ser preenchidos para uma melhor adaptação à sua rotina, é possível personalizar somente quando entendermos essas necessidades.

Então, já está pronto para projetar o seu próprio Planner? Confira a seguir duas dicas básicas para te ajudar nessa construção!

 

Anote TUDO

Às vezes as tarefas mais simples são as que acabam dando mais dor de cabeça justamente por falta de organização. Se você está iniciando agora com sua rotina de planejamento, fica a dica de ouro: Anote absolutamente todos os seus compromissos e obrigações!

Muitas vezes nos perdemos em atividades do dia-a-dia e elas se tornam estressantes ou causam problemas ao longo da semana por falhas no planejamento. Deixe também anotado aqueles compromissos incertos, assim você irá evitar conflitos de agenda no futuro.

Para facilitar nesse processo, faça um brainstorm, pare e pense não somente nas atividades rotineiras pessoais e profissionais, mas quais são suas metas e planos futuros. Defina hábitos que queira adquirir ou mudar, bens materiais a conquistar, cursos que deseja iniciar, enfim, saia da piloto automático e coloque prazo de início, meio e fim.

Outra sugestão é usar cores, adesivos ou marcações para separar as atividades mais estressantes ou urgentes das mais simples. Recursos visuais ajudam muito para prever ao longo do dia quais prioridades dar no seu planejamento.

Ahhh, e não se esqueça dos momentos de lazer! Às vezes esquecemos que também temos compromissos com nós mesmos, então incluir os momentos de lazer como sair com amigos, ir ao cinema ou aquela viagem relaxante, é tão importante quanto qualquer outra demanda.

As vantagens de um planner não datado

Se a sua necessidade é de só manter sob controle as suas tarefas do dia a dia, a agenda pode resolver o seu problema, afinal ela é ideal para organizar compromissos e lembretes diários, como um calendário mesmo. Agora, se você quer organizar sua vida financeira, metas, objetivos, não só pessoais, mas como do seu negócio, o planner é o formato ideal.

E para quem já usou um planner datado sabe que, apesar da praticidade de já ter tudo pronto, sempre fica alguma coisa sobrando ou faltando nos espaços disponíveis. Quando se trabalha sem um “padrão limitador” de datas e textos, você consegue preencher com mais liberdade. E se estivermos falando de um planner impresso, por exemplo, você pode ainda tirar e recolocar as folhas de acordo com a necessidade dentro do período escolhido.

Para quem é iniciante também pode ser uma vantagem, pois muitas vezes ainda não se sabe como lidar com uma definição saudável do seu tempo. Uma sugestão para esse formato de planejamento é fazer em “etapas”, inicie, por exemplo, por semana. 

Ao preencher primeiro os compromissos e as atividades importantes que são rotineiras da semana você consegue ver quanto tempo terá para se dedicar a outras atividades e projetos. Assim como definir as metas desejadas para esse período, vai funcionar como um estímulo para lhe dar mais motivação. E o bacana é que você consegue acompanhar seu progresso de forma mais tranquila, sem a pressão do diário. 

 

Se você vai implementar essa nova rotina no seu planejamento saiba que existem opções de planners online por meio de uso de aplicativos, no entanto, você pode ser barrado por versões pagas ou que não supra um planejamento total das suas atividades. Sendo assim, seria preciso uma série de aplicativos – e vamos combinar que além de encher a memória do celular é bem cansativo ficar atualizando os dados em tantos lugares. Há outras opções digitais, fora de app, que você pode personalizá-lo de acordo com as suas necessidades e ter uma visão geral de todas as atividades que precisa realizar. 

Além dos planners digitais, você pode escolher entre os planners impressos de mesa, de geladeira, diários, mensais e anuais, datados e não datados. Os formatos são os mais variados e é só escolher o que mais se adequa à sua realidade.

Mas a escolha fica a seu critério, de acordo com as suas necessidades e da sua rotina!

 

Perdeu o conteúdo Rotinas estratégicas para o negócio parte 01?
Acesse e leia agora:

Rotinas estratégicas para o negócio

Nenhum comentário encontrado.

Sorry, the comment form is closed at this time.